• dezembro 2013
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  
  • Categoria

  • Mais Acessados

  • Arquivo

  • Twitter Blog Aécio Neves

Aécio intensifica ações para atrair eleitores jovens

2014: entre as ações do PSDB estão palestras, shows de música, torneios de esporte e ações sociais em bairros de periferia.

2014: jovens eleitores

Fonte: Valor Econômico

Aécio tenta reverter desvantagem entre os jovens

PSDB reforçou sua caçada a jovens eleitores pelo país na tentativa de embalar a candidatura do senador Aécio Neves à Presidência da República em 2014. Um dos objetivos centrais é atrair quem foi para as ruas nas manifestações deste ano. Entre as ações do partido estão palestras em escolas de ensino médio, shows de música, torneios de esporte e ações sociais em bairros de periferia.

O partido esbarra muitas vezes na militância petista e de outros partidos do campo da esquerda, que em geral tem um histórico de maior penetração entre jovens.

Aécio, que é presidente nacional do PSDB, acompanha e orienta ações da juventude tucanaMinas Gerais, sua base eleitoral, foi um dos Estados onde a organização dos jovens tucanos mais cresceu. De 2011 para cá, o número de diretórios da juventude saiu de 32 para 290, segundo o presidente do PSDB Jovem de MinasCaio Nárcio.

Nacionalmente, o partido estabeleceu diretórios da Juventude em todos os Estados e no Distrito Federal e diz que procura se aproximar de estudantes e de jovens empresários.

Os diretórios do PSDB Jovem são orientados a usar uma série de expedientes para ampliar a base de votos de Aécio e dos candidatos tucanos. Em Minas, por exemplo, Nárcio diz que os diretórios seguem uma cartilha com dez passos. Entre eles, palestras sobre cidadania em escolas privadas e públicas e estímulo para jovens de 16 anos tirem seu título de eleitor. Outro passo são os campeonatos esportivos. “Dá para falar de política nesses espaços atrair as pessoas para conhecer melhor o partido”.

A cartilha dos jovens tucanos ainda inclui formação de grêmios estudantis, cursos de formação política, atuação em redes sociais, encontros regionais, cadastro de jovens que participam dos eventos, festivais de música e criação de grupos de estudo.

O público alvo das ações são eleitores a partir de 16 anos até quem está no início dos 30 anos. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, a faixa de 16 e 34 anos representa 38,8% do total dos eleitores.

“A nossa pregação é: ‘vamos resgatar o que é o PSDB, o plano real, privatizações, a lei de responsabilidade fiscal, o seguro desemprego‘”, diz Nárcio. “O cara que está se filiando está entrando para o projeto do Aécio.”

É um discurso que atrai quem tem objeções ao governo de Dilma Rousseff e rejeita o PT de modo geral, diz Olyntho Neto, atual presidente nacional do PSDB Jovem.

As manifestações de junho aumentaram o interesse dos tucanos em mostrar a legenda e Aécio como uma alternativa. “O principal objetivo da PSDB é atrair a juventude e mostrar que não adianta só ir para as ruas, atirar pedra e que é preciso estar inserido no meio político para fazer mudanças”, diz o dirigente.

Mas o senador tucano, segundo a última pesquisa Datafolha divulgada no dia 1, é o candidato que menos desperta interesse dos mais jovens, levando em conta o cenário mais provável da disputa. Ele tem 18% das intenções de votos de quem está na faixa dos 16 a 24 anos. Entre os eleitores de 25 anos a 34 anos, Aécio aparece com 22%. Dilmatem 22% e 23%, respectivamente; e Eduardo Campos (PSB), 33% e 25%, respectivamente.

No geral, a pesquisa mostrou Dilma com 47% das intenções de votos (ante 42% da sondagem anterior); Aécio com 19% (ante 21%) e Campos com 11% (ante 15%).

Aécio tem tido tem contato frequente com a juventude do partido porque sabe do seu peso eleitoral”, diz Olyntho Neto. “Ele nos ouve e nos dá serviço”, completa Reinaldo Belli, presidente da Juventude em Belo Horizonte. “Eu tenho me encontrado periodicamente com Aécio. A questão de ir às comunidades é uma coisa que partiu diretamente dele.”

Belli, de 19 anos e estudante de Direito, se refere ao trabalho de aproximação com jovens da periferia da capital mineira. “Temos um trabalho com cerca de dez comunidades.” A presença, diz ele, é um esforço de combater “essa fachada de elitista que o PSDB tem”.

As ações têm um pouco de campanha de arrecadação de livros e mantimentos, um pouco de atividades esportivas e um pouco de divulgação das bandeiras do partido e de seus pré-candidatos.

“Falamos, primeiro, da importância de ter um projeto nacional, de como mudar a realidade, e, em segundo, que temos um projeto e que acreditamos que soluções no Brasil passem pela eleição de Aécio“, diz o estudante.

Na manhã do sábado, o Valor acompanhou um grupo da Juventude tucana à Vila Santa Rita, área pobre do Barreiro, região marcada por carências num dos extremos de Belo Horizonte. Os tucanos — com camiseta do PSDB – disputaram uma pelada num campo de terra contra adolescentes da região. É um encontro que ocorre já alguns meses.

Belli e seu grupo tentam abrir caminho em terreno minado. “Eu já falei para os meninos que aqui não dá para fazer discurso muito duro contra Dilma e Lula“, diz Samuel Costa, uma das lideranças da Vila Santa Rita. Ele deixou o PT para se aproximar do PSDB. Partidos de esquerda, entre os quais o PT e o PCdoB, têm atuação há tempos na região, principalmente entre moradores de áreas ocupadas. “Ele vieram para cá ajudar e estão aproveitando para falar de política, mas de leve. Hoje eles já podem sair pelas ruas daqui com a camiseta do PSDB.”

São também partidos de esquerda que estão há mais tempo no ambiente mais tradicional de debate política frequentado por parte da juventude: as universidades.

“O movimento estudantil é ainda muito aparelhado pelos partidos. O PT e o PCdoB conquistaram muito espaço. Depois que passaram a ser governo, perderam um pouco para a esquerda mais radical, como o PCR. O que faltava para a gente enquanto partido era ter presença nas escolas, nas universidades”, diz Caio Nárcio. “Principalmente, nas universidades, gente que defendia o plano real, a social democracia não era chamada [a participar da atividade política nos diretórios], não tinham espaço.” O PSDB vem nos últimos anos reforçando sua presença nas disputas pelos diretórios universitários.

Apesar de disputarem os mesmos eleitores jovens em algumas faixas sociais, PSDB e PT olham para perfis distintos. O PT diz que o diálogo do partido com a juventude estudantil já é algo estabelecido e que o esforço agora é ampliar o alcance. Em Minas, no ninho aecista, os planos da juventude são de realizar oito encontros regionais no primeiro trimestre de 2014 para discutir com jovens entre movimentos sociais e trabalhadores rurais, com pastoral da juventude e também com o movimento estudantil, diz o secretário da Juventude do PT no Estado, Bruno Roger Ribeiro. O objetivo, diz ele, é ajudar na construção de propostas ara a campanha de reeleição de Dilma e da campanha deFernando Pimentel (PT) ao governo de Minas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: