• agosto 2014
    S T Q Q S S D
    « jul   set »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031
  • Categoria

  • Mais Acessados

  • Arquivo

  • Twitter Blog Aécio Neves

PMDB de Minas pode expulsar filiados que não apoiarem Pimentel

PMDB Mineiro vai punir com a expulsão os prefeitos e representantes de diretórios municipais que não apoiarem Fernando Pimentel. 

Eleições 2014

Fonte: Estado de Minas

PMDB ameaça expulsar infiéis

Dirigentes do partido não aceitam que filiados apoiem candidatos de legendas adversárias. Caso do prefeito de Teófilo Otoni, Getúlio Neiva, que pode ser o primeiro a receber punição

Bertha Maakaroun

PMDB de Minas vai punir com a expulsão os prefeitos e representantes de diretórios municipais que não apoiarem na disputa ao Palácio da Liberdade a chapa encabeçada por Fernando Pimentel (PT) e o seu candidato a vice, Antônio Andrade, deputado federal epresidente da legenda no estado. Em reunião da executiva estadual ontem, foi constituída uma comissão especial para identificar e conduzir o rito para a expulsão dos prefeitos e diretórios considerados infiéis por apoio a outros candidatos ao governo e candidatos a deputado estadual e federal de partidos que não fazem parte da coligação PT-PMDB-PRB-PCdoB e PROS. O prefeito de Teófilo Otoni, Getúlio Neiva (PMDB), que está em campanha declarada para o candidato ao governo de Minas pelo PSDBPimenta da Veiga, é o primeiro da lista a ser punido, com toda a substituição do diretório do partido naquela cidade.

Já os chamados peemedebistas “históricos” Zaire Rezende, ex-deputado federal e ex-prefeito de Uberlândia, e o ex-senador Ronan Tito, que já explicitaram apoio ao candidato ao governo Tarcísio Delgado (PSB), serão submetidos a um outro rito, segundo o deputado estadual Sávio Souza Cruz, presidente da comissão especial. Eles correm o risco de expulsão, mas, como filiados, serão levados à comissão de ética da legenda. Zaire Rezende havia, na semana passada, manifestado intenção de apresentar pedido de licença à direção estadual. “A minha discordância com o PMDB é só com a candidatura ao governo de Minas. Apoio o Tarcísio, pois entre o partido e o que é melhor para Minas, fico com o que é melhor para o estado”, avisou Rezende, que afirma manter a sustentação ao candidato ao Senado, Josué Gomes da Silva, e à chapa proporcional do PMDB.

Indagado sobre o número de infiéis no PMDBAntônio Andrade declarou que será tarefa da comissão identificar os casos. “Todos os que disputaram as eleições passadas sabiam das regras. O estatuto diz muito claramente que o prefeito, o diretório, o vice-prefeito e vereadores terão de apoiar as decisões majoritárias no PMDB. Somos democratas, as reuniões são de portas abertas. Fizemos a convenção. O resultado foi pelo apoio ao Pimentel. O PMDB vota no 13. O 13 hoje é o número do PMDB”, afirmou Andrade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: