• setembro 2014
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    2930  
  • Categoria

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Twitter Blog Aécio Neves

Pimenta dará continuidade com as políticas públicas de Aécio e Anastasia

Em entrevista, Pimenta da Veiga destacou as principais propostas para as áreas de segurança, saúde, educação e mobilidade urbana.

Eleições 2014

Fonte: Pimenta 45

Pimenta da Veiga assegura avanços econômicos e sociais para os mineiros

Candidato a governador destaca principais propostas para áreas de segurança, saúde eeducação, além de reafirmar compromisso com mobilidade urbana

Em entrevista à Rádio CBN-BH, o candidato a governador pela Coligação Todos por Minas,Pimenta da Veiga (PSDB), reafirmou, nesta terça-feira (02/09), que, eleito, vai melhorar as oportunidades econômicas e sociais das famílias que vivem em todas as regiões do Estado. Ele afirmou, ainda, que a determinação e o compromisso com que encara o desafio de estar à frente do Governo do Estado também o credenciam a merecer o voto do eleitor mineiro.

Pimenta da Veiga reiterou a disposição para aumentar o policiamento ostensivo, equipar e usar a tecnologia para dar mais eficiência à ação policial. “No meu governo vamos ter tolerância zero com a bandidagem”, afirmou. Ele disse também que a ação do Governo de Minas para fortalecer o sistema prisional vem sendo exemplar. Ele citou o êxito das Parcerias Público-Privada para o setor e o apoio do Estado à Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC), casas de acolhimento de prisioneiros com resultados positivos comprovados na recuperação de condenados pela Justiça.

“Nenhum estado no Brasil evoluiu tanto no sistema prisional como Minas. Basta lembrar, por exemplo, do depósito de presos da Lagoinha, que era uma tragédia no Estado. Isso não há mais. Ao contrário, o sistema prisional mineiro avançou extraordinariamente, e vamos continuar usando os mesmos métodos”, garantiu.

Metrô

Pimenta da Veiga afirmou que a expansão do metrô é um ponto crucial para melhorar a mobilidade dos municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte e reiterou suas críticas à União e ao candidato do PT pelo que chamou de “descaso” com o transporte de massa na capital mineira. Pimenta ressaltou que o metrô é de competência exclusiva do governo federalpor meio da CBTU, Companhia Brasileira de Trens Urbanos.

“Aí vem o candidato do PT dizendo que está esperando projeto. Esperando por que? Por que o governo federal durante os 12 anos que o PT governou o país não fez o metrô? Não fez, essa é a realidade. Ou porque virou as costas para Minas ou por que não se incomoda com as dificuldades do morador de BH. Mas nós haveremos de encontrar caminho para isso”, garantiu.

Segundo Pimenta da Veiga, não é possível continuar esperando por uma ação concreta do governo petista em relação a ampliação das linhas do metrô. “Não há dúvida nenhuma, vamos ter que buscar meios de executar, seja em parceria com qualquer outro órgão público, seja através de iniciativa privada, seja através de financiamento, mas tem que executar”, disse ele.

Parceria com professores

Pimenta assegurou que a parceria que pretende estabelecer com os professores da rede pública estadual será a base da revolução que o seu governo promoverá na educação. “Minas só pode crescer, o Brasil só pode crescer se der prioridade absoluta à educação. E isso começa por uma grande parceria com os professores. E junto com eles, nós vamos decidir todos os rumos: qual o sistema pedagógico a ser usado, a questão financeira dos professores, qualquer tipo de ação que nós vamos desenvolver. Nós queremos fazer uma reinvenção do ensino médio, priorizando a escola profissionalizante e a escola em tempo integral. Agora, dentro disso, nós vamos discutir tudo com os professores.”

Regionalização da saúde

Para Pimenta da Veiga, é através da regionalização que o governo terá mais eficiência na administração dos serviços de saúde oferecidos à população. “Chegando perto do problema, você chega mais perto da solução”, defendeu. Ele disse que vai concluir e colocar em funcionamento 11 hospitais nas principais cidades do interior de Minas.

“É um grande investimento e há médicos, sem dúvida nenhuma, para operar todos eles. Os que já estão prontos, como o de Uberlândia por exemplo, os que já estão quase prontos, como o de Uberaba, como Governador Valadares, Lafayette, é muitos outros, e os que vamos fazer. Não há nenhuma dúvida de que há contingente humano para operarem esses hospitais. Nós vamos construí-los, equipá-los e coloca-los em funcionamento”, disse.

Experiência

Pimenta da Veiga também destacou, na entrevista, sua trajetória como gestor público, para apontar a experiência como outro diferencial entre a sua candidatura e a do candidato do PT. “Fui várias vezes parlamentar, fui prefeito de Belo Horizonte, onde iniciei a prática do orçamento participativo; fui ministro de Estado das Comunicações, onde realizamos um grande trabalho, criando o Banco Postal, levando os Correios a todos os municípios do país”, ressaltou.

Como ministro, Pimenta foi também responsável pela expansão do setor de radiodifusão e pelo serviço de telefonia móvel. “Criamos muitas rádios comunitárias, muitas emissoras geradoras de TV Educativa e chegamos ao governo com 500 mil celulares no Brasil e este número hoje está chegando a 300 milhões de aparelhos, em grande parte pelo trabalho que executamos”, disse.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: