• setembro 2018
    S T Q Q S S D
    « set    
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
  • Categoria

  • Mais Acessados

  • Arquivo

  • Twitter Blog Aécio Neves

  • Anúncios

Rede Sustentabilidade vai estar com Aécio no 2º turno

Rede Sustentabilidade aprovou na noite desta quarta apoio a Aécio Neves ou voto branco ou nulo no 2º turno da eleição presidencial.

Eleições 2014

Fonte: O Globo

Rede aprova apoio a Aécio ou voto nulo no segundo turno

Marina se encontrou com Fernando Henrique Cardoso em São Paulo

Rede Sustentabilidade aprovou na noite desta quarta-feira apoio a Aécio Neves ou voto branco ou nulo no segundo turno da eleição presidencial. O diretório nacional do partido reformou a posição da Executiva definida na noite anterior de defesa da mudança de governo, sem citar de forma explicita o indicativo de voto no tucano.

Havia resistência dentro do partido de Marina, que se encontrou nesta quarta-feira com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, a apoiar Aécio por causa da desconfiança em relação ao compromisso do PSDB com questões sociais. Após discussões na reunião, a resistência foi vencida.

Rede decidiu ainda fazer um documento com propostas que considera fundamentais que sejam assumidas pelos candidatos no segundo turno da disputa.

— O que vamos fazer: não a Dilma, sim ao Aécio, mas com o nosso programa, com os pontos que destacamos. Foi isso que decidimos, deixando a possibilidade de as pessoas daRede votarem em branco ou nulo — afirmou a ex-ministra do Superior Tribunal de Justiça(STJEliana Calmon, que é integrante do partido.

A ex-ministra disse ainda que fará campanha ao tucano se ele visitar a Bahia, seu estado.

Participaram da reunião 80 dos 120 integrantes do diretório do partido, que não existe formalmente porque não foi homologado pela Justiça Eleitoral no ano passado. O nome deAécio estará no documento redigido pela legenda como resultado do encontro.

— Em hipótese nenhuma o apoio a candidata Dilma. Nós acreditamos que o Brasil tem necessidade de produzir alternância democrática. A síntese da mudança simboliza a votação em Aécio, nulo ou branco. Seriam as três posições que a Rede considera adequada no processo de mudança que o Brasil precisa realizar — afirmou Walter Feldman, porta voz da Rede.

Nesta quinta-feira, os partidos da coligação vão se reunir em Brasília para discutir a possibilidade de adotarem uma posição comum no segundo turno. O PSB e o PPS definiram apoio a Aécio. A Rede, apesar de não ter registro legal, é tratada como um partido dentro da coligação. O PHS, um dos nanicos da coligação, anunciou nesta quarta-feira que não participará das discussões e tomará sua posição individualmente.

Marina desistiu, de ultima de hora, de participar do encontro. Ele será representada por Feldman.

Marina se encontrou nesta quarta-feira com o ex-presidente Fernando Henrique Cardosopara tratar do apoio ao PSDB. Segundo Feldman, a iniciativa foi da ex-senadora. A reunião aconteceu no apartamento do líder tucano, em São Paulo

Anúncios

Vox Populi: Aécio reduz diferença para Marina em 5 pontos

Segundo Vox Populi, ex-senadora aparece com 22% e Aécio Neves registra 17% da preferência do eleitorado. Indecisos totalizam 12%.

Eleições 2014

Fonte: R7

Dilma amplia vantagem e venceria Marina no 2º turno, diz Vox Populi

A candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) ampliou a vantagem sobre Marina Silva (PSB) entre o eleitorado para 18 pontos percentuais, superou a ex-senadora no 2º turno e venceria a corrida à Presidência da República se a eleição fosse hoje, segundo pesquisa Vox Populi, encomendada pela Rede Record, divulgada nesta terça-feira (23).

presidente tem 40% das intenções de voto na disputa pelo Palácio do Planalto, enquanto a ex-senadora aparece com 22%. Aécio Neves (PSDB) registra 17% da preferência. Os votos brancos e nulos são 6% neste recorte, e os eleitores indecisos totalizam 12%.

Os candidatos Everaldo Pereira (PSC) e Luciana Genro (PSOL) têm 1% cada um. Já Eduardo Jorge (PV), Mauro Iasi (PCB), Eymael (PSDC), Rui Costa Pimenta (PCO) e Levy Fidelix (PRTB) não marcaram pontos.a pesquisa anterior, Dilma tinha 36% da preferência do eleitorado, contra 27% de Marina e 15% do candidato do PSDB. Naquela ocasião, os votos brancos e nulos eram 8%, e os eleitores indecisos totalizavam 12%.

A pesquisa levou em conta 2.000 entrevistas feitas com eleitores, entre o último sábado (20) e o último domingo (21), em 147 cidades do País. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-00733/2014.

Segundo turno

Vox Populi também fez duas simulações de segundo turno, e a candidata do PT venceria tanto Aécio Neves (PSDB) como Marina Silva (PSB).

Em um cenário contra Marina, a presidente tem 46% das intenções de voto, contra 39% da ex-senadora. Como a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, Marina não alcança Dilma neste cenário, que ainda tem 9% de votos brancos e nulos e 6% de eleitores indecisos.

Em outra hipótese, com Dilma Rousseff contra Aécio Neves, a presidente tem 49% das intenções de voto, contra 34% do senador. Os votos brancos e nulos seriam 10% dos votos, e os eleitores que não sabem ou não responderam totalizam 7%.

Regiões

Considerando o recorte de intenções de voto por regiões, Dilma Rousseff (PT) está na frente de Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB) em todas as áreas.

No Sudeste, onde estão os dois maiores colégios eleitorais do País (SP e MG), a petista tem 37% da preferência, contra 30% da ex-senadora e 20% de Aécio. Os outros candidatos têm 3%, os votos brancos e nulos são 8% e os eleitores que não sabem ou não responderam totalizam 16%.

No Sul, Dilma Rousseff tem 37%, contra 23% de Marina Silva e 19% de Aécio Neves. Os outros candidatos totalizam 4%, os brancos/nulos são 2% e os indecisos, 15%.

No Nordeste, Dilma tem 55%, Marina aparece com 22% e Aécio registra 8%. Os outros candidatos conseguiram 1% na pesquisa, enquanto os brancos e nulos são 6% e os indecisos chegam a 8%.

Por fim, no Centro-Oeste/Norte, Dilma chega a 44% das intenções de voto, contra 23% de Aécio e 20% de Marina. Os outros candidatos à Presidência são 3%, enquanto os brancos e nulos são 3% e os indecisos, 7%.

‘Estarei no segundo turno”, garante Aécio Neves

“Eleição tem muita especulação”, afirmou. “Não sei contra quem eu vou, mas garanto que estarei no segundo turno”, concluiu.

Eleições 2014

Fonte: Valor Econômico 

Não sei contra quem, mas estarei no segundo turno, diz Aécio

O candidato do PSDB ao Palácio do Planalto, Aécio Neves, minimizou nessa quarta-feira as informações de que os tucanos estariam preocupados com o enfraquecimento de sua campanha após a entrada da ex-senadora Marina Silva no páreo presidencial pelo PSB.

“Eleição tem muita especulação”, afirmou. ” Não sei contra quem eu vou, mas garanto que estarei no segundo turno”, concluiu.

O tucano falou sobre o assunto ao encerrar um evento com sindicalistas vinculados a três centrais na tarde desta quarta. Ele disse que, se eleito, terá diálogo permanente com as categorias e acusou a presidente Dilma Rousseff (PT) de governar de costas para os trabalhadores.

Ele voltou a dizer que o PT “mente” e espalha boatos de que, com ele na Presidência, não haverá mais aumento real do salário mínimo. “Os que fracassaram devem deixar o caminho aberto”, disse. O candidato disse ainda que o partido de Dilma “se apequenou ao assumir o poder”. Aécio recebeu uma pauta de reivindicações dos sindicalistas que discursaram a seu favor. O evento foi organizado pela Força Sindical, que apoia o tucano.

Eleições 2014: Aécio já empata com Dilma no 2º turno, aponta Datafolha

Datafolha: Queda de Dilma e crescimento da oposição no 2º turno tem a ver com aumento de eleitores que julgam governo ruim ou péssimo.

Eleições 2014

Fonte: Folha Poder

Dilma lidera com 36%, mas empata com Aécio no 2º turno, diz Datafolha

Datafolha faz levantamento de candidatos à Presidência - Arte O Globo

Com 36% das intenções de voto na simulação de primeiro turno, a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, mantém a liderança da disputa pelo Palácio do Planalto. Mas, pela primeira vez, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) aparece tecnicamente empatado com ela no teste de segundo turno.

Segundo o Datafolha, se o turno final da disputa fosse hoje, Dilma teria 44% dos votos, Aécio alcançaria 40%. Como a margem de erro do levantamento é de dois pontos para mais ou para menos, eles estão na situação limite de empate técnico.

Num eventual disputa de segundo turno contra o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), o resultado seria 45% para Dilma contra 38% para Campos. É também a menor diferença entre os dois na série de nove pesquisas do Datafolha com este cenário desde agosto de 2013.

Em relação à pesquisa anterior, feita no começo do mês, o quadro do primeiro turno apresenta pouca diferença. Em 15 dias, Dilma oscilou de 38% para 36%. Aécio manteve os 20%. Campos oscilou de 9% para 8%.

Juntos, todos os rivais de Dilma também somam 36%. Considerando a margem de erro, portanto, não é possível dizer se haveria ou não segundo turno se a disputa fosse hoje.

A oscilação negativa de Dilma no primeiro turno e a aproximação de seus rivais em simulações de segundo turno são coerentes com o aumento do percentual de eleitores que julgam o atual governo como ruim ou péssimo.

Conforme a pesquisa, 29% desaprovam a gestão Dilma. Este é, numericamente, o maior percentual de ruim e péssimo para a petista desde o início de sua gestão, em 2011.

Já o total de eleitores que classificam a administração como boa ou ótima são 32% agora, praticamente a mesma taxa apurada no fim de junho de 2013, imediatamente após a grande onda de protestos pelo país. Naquela ocasião, a taxa de aprovação à gestão petista despencou de 57% para 30%.

Em relação à pesquisa anterior, a taxa de rejeição a Dilma subiu de 32% para 35%. O segundo mais rejeitado é o candidato Pastor Everaldo (PSC), que tem 3% das intenções de voto, mas 18% de rejeição. Os que rejeitam Aécio oscilaram de 16% para 17%. Campos mantém os 12% da pesquisa anterior.

O Datafolha ouviu 5.377 eleitores em 223 municípios na terça (15) e nesta quarta-feira (16). O levantamento foi encomendado pela Folha em parceria com a TV Globo.