• abril 2017
    S T Q Q S S D
    « set    
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
  • Categoria

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Twitter Blog Aécio Neves

Aécio enaltece papel do PSDB como oposição em Minas

Aécio: “O PSDB é o partido do equilíbrio fiscal, do início dos programas sociais, mas é sobretudo o partido da ética e da responsabilidade.”

“Vocês que estão construindo o PSDB em Minas Gerais saibam que não estão construindo apenas um partido político, mas o resgate da esperança e da confiança dos mineiros no próprio futuro.”

Fonte: PSDB-MG

Aécio enaltece papel do PSDB como oposição em Minas

Aécio Neves disse que os tucanos não têm o que temer e devem se orgulhar de ser o partido que tem mais simpatia do eleitorado brasileiros. Foto: Marcus Desimoni / Nitro.

Aécio Neves convoca tucanos mineiros a defender valores do PSDB

Presidente nacional do PSDB reuniu, em Belo Horizonte, lideranças de várias regiões de Minas e deu início aos preparativos para as eleições municipais

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves, convocou as lideranças tucanas de Minas Gerais a sair às ruas de suas cidades, de cabeça erguida, para defender o partido e o legado da gestão tucana no Estado. Aécio Neves participou ontem (31/08), em Belo Horizonte, do Encontro de Lideranças do PSDB-MG que marcou o início dos preparativos para as eleições municipais do próximo ano. O encontro contou com a participação de cerca de 1.500 pessoas, entre parlamentares estaduais e federais, prefeitos, vereadores, militantes e pré-candidatos tucanos.

“É neste momento, em que se aproximam as eleições municipais, que digo a cada tucano que andem pela sua cidade, pelos bairros, pelas ruas, de cabeça erguida dizendo: sou tucano e sou honrado e quero ajudar a melhorar o meu município. Aqueles que não compreenderam a importância do poder como instrumento de transformação para servir ao próximo e dele se serviram, não podem andar pelas ruas, não podem olhar nos olhos daqueles que neles confiaram, porque mentiram para vencer as eleições”, afirmou Aécio.

Ao lado do senador Antonio Anastasia e das principais lideranças tucanas de Minas, Aécio Neves disse que os tucanos não têm o que temer e devem se orgulhar de ser o partido que tem mais simpatia do eleitorado brasileiros.

“Vocês que estão construindo o PSDB em Minas Gerais saibam que não estão construindo apenas um partido político, mas o resgate da esperança e da confiança dos mineiros no próprio futuro. Não temos o que temer nem que nos envergonhar. Temos sim que nos orgulhar e nos orgulhar muito da nossa trajetória e dos nossos líderes. E aqui em Minas Gerais já é de longe o partido preferido dos mineiros”, disse Aécio.

Partido da ética

Aécio Neves afirmou que o PSDB é o único partido que pode colocar fim ao ciclo perverso de governo do PT no Brasil e em Minas.

“Dentro de pouco tempo este ciclo vai se encerrar no Brasil e em Minas porque a mentira jamais poderá ser vitoriosa em um estado que presa por seus valores e sua história. É preciso a voz firme e serena daqueles que continuam acreditando na boa política. O PSDB é o partido doequilíbrio fiscal, do início dos programas sociais, mas é sobretudo o partido da ética e da responsabilidade. Nós respeitamos o dinheiro público e respeitamos a verdade”, disse.

Em seu discurso, o ex-governador de Minas lamentou as tentativas do atual governo estadual do PT de responsabilizar os governos tucanos pela sua incapacidade de administrar o Estado.

“Aqueles que não têm o que propor e cumprir as promessas irresponsáveis que fizeram aos mineiros preferem governar olhando no retrovisor, acusando irresponsavelmente aqueles que vieram antes deles. Se a arrecadação diminuir no Brasil, e todos os estados sofrem as consequências, é porque o governo federal fez com que o Brasil perdesse oportunidades extraordinárias de crescimento”, disse.

Exemplo de Minas

Aécio ainda fez duras críticas aos equívocos da política econômica do governo Dilma, que colocou o país em uma grave recessão. Segundo ele, o Brasil tem condições de retomar o rumo do crescimento, desde tenha pessoas qualificadas para conduzir o destino do país.

“O Brasil, sim, tem jeito, e terá jeito quanto tiver um governo que honre a palavra dada, quando tiver quadros qualificados nas várias áreas da administração pública e quando o governo der o exemplo como fizemos em Minas Gerais antes de cobrar sacrifícios do próximo”, completou.

Confira quem foram os deputados federais e estaduais eleitos em Minas

Rodrigo de Castro (PSDB) e Reginaldo Lopes (PT) são os deputados federais em destaque da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Eleição 2014

Fonte: Estado de Minas

Reginaldo Lopes e Rodrigo de Castro são os deputados federais mais votados em Minas

Lopes teve 310.226 votos, enquanto Castro registrou 292.848

Os candidatos Reginaldo Lopes (PT) e Rodrigo de Castro (PSDB) disputaram lado a lado a liderança na votação para deputado federal Minas Gerais. Lopes teve 310.226 votos, enquanto Castro registrou 292.848. Em terceiro lugar ficou Misael Varela (DEM), com 258.363 dos votos válidos.

Reginaldo Lopes assumira pela quarta vez o mandato de deputado federal. Ele é economista, pós-graduado em Gestão de Pequenas e Micro-empresas pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). Também presidiu o Partido dos Trabalhadores do Estado de Minas Gerais (PT-MG) por dois mandatos.

Este é o terceiro ano que Rodrigo Castro desponta nas apurações. Em 2010, ele ficou em primeiro lugar com 271.306 votos e no ano de 2006 recebeu mais de 300 mil votos. O candidato tem 43 anos é advogado, administrador, especialista em marketing e mestre em gestão estratégica das organizações. Dedica-se à atividade política desde 1995.

A disputa em Minas Gerais para deputado estadual tem alguns nomes conhecidos na liderança. Dos cinco candidatos mais votados, quatro tentaram a reeleição. O primeiro colocado foi Paulo Guedes, do PT, com 164.831 votos, seguido de Mario Henrique Caixa, do PCdoB, com 130.593. Em terceiro lugar ficou Leandro Genaro, do PSB, com 127.868 votos válidos, Gil Pereira, do PP, com 104.730 e o Deputado Sargento Rodrigues, do PDT, com 98.841. Destes, o único que não tinha ainda uma vaga na Assembleia Legislativa é Genaro.

Confira a lista com os deputados eleitos para a Câmara e Assembleia

Veja quem foram os deputados eleitos para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais e para a Câmara dos Deputados:

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE MINAS GERAIS

Adalclever Lopes (PMDB)
Agostinho Patrus Filho (PV)
Alencar da Silveira Júnior (PDT)
André Quintão (PT)
Anselmo José Domingos (PTC)
Antônio Carlos Arantes (PSDB)
Antônio Jorge (PPS)
Arlen Santiago (PTB)
Arlete Magalhães (PTN)
Arnaldo (PR)
Bosco (PtdoB)
Braúlio Braz (PTB)
Cabo Júlio (PMDB)
Carlos Henrique (PRB)
Carlos Pimenta (PDT)
Cássio Soares (PSD)
Celinho Sinttrocel (PCdoB)
Celise Laviola (PMDB)
Cristiano Silveira (PT)
Dalmo Ribeiro Silva (PSDB)
Deiró Marra (PR)
Dilzon Melo(PTB)
Dirceu Ribeiro (PHS)
Douglas Melo da Musirama (PSC)
Doutor Wilson Batista (PSD)
Dr. Hely (PV)
Dr. Jean Freire (PT)
Duarte Bechir (PSD)
Durval Ângelo (PT)
Elismar Prado (PT)
Emidinho Madeira (PtdoB)
Fabiano Tolentino (PPS)
Fábio Avelar (PtdoB)
Fábio Cherem (PSD)
Felipe Attiê (PP)
Fred Costa (PEN)
Gilberto Abramo (PRB)
Gil Pereira (PP)
Glaycon Franco (PTN)
Gustavo Corrêa (DEM)
Gustavo Valadares (PSDB)
Inácio Franco (PV)
Ione Pinheiro (DEM)
Iran Barbosa (PMDB)
Isauro Calais (PMN)
Ivair Nogueira (PMDB)
João Leite (PSDB)
João Magalhães (PMDB)
João Vítor Xavier (PSDB)
Lafayette de Andrada (PSDB)
Leandro Genaro (PSB)
Leonídio Bouças (PMDB)
Léo Portela (PR)
Lerin (PSB)
Luiz Humberto Carneiro (PSDB)
Marília Campos (PT)
Mário Henrique Caixa (PCdoB)
Missionário Márcio Santiago (PTB)
Mourão (PSDB)
Neilando Pimenta (PP)
Noraldino Júnior (PSC)
Nozinho (PDT)
Pastor Vanderlei Miranda (PMDB)
Paulo Guedes (PT)
Paulo Lamac (PT)
Ricardo Faria (PCdoB)
Roberto Andrade (PTN)
Rogério Correia (PT)
Rosângela Reis (PROS)
Sargento Rodrigues (PDT)
Sávio Souza Cruz (PMDB)
Tadeu Martins Leite (PMDB)
Thiago Costa (PPS)
Tiago Ulisses (PV)
Tito Torres (PSDB)
Ulysses Gomes (PT)
Wander Borges (PSB)

CÂMARA DE DEPUTADOS

Edson Moreira (PTN)
Dâmnia Pereira (PMN)
Brunny (PTC)
Raquel Muniz (PSC)
Mario Heringer (PDT)
Tenente Lúcio (PSB)
Marcelo Aro (PHS)
Marcelo Alvaro Antonio (PRP)
Adelmo Leão (PT)
Laudívio Carvalho (PMDB)
Rodrigo Pacheco (PMDB)
Newton Cardoso Jr (PMDB)
Patrus Ananias (PT)
Caio Narcio (PSDB)
Jaiminho Martins (PSD)
Odelmo Leão (PP)
Misael Varella (DEM)
Rodrigo de Castro (PSDB)
Toninho Pinheiro (PP)
Domingos Sávio (PSDB)
Marcus Pestana (PSDB)
Eduardo Barbosa (PSDB)
Dimas Fabiano (PP)
Bilac Pinto (PR)
Luiz Fernando (PP)
Marcos Montes (PSD)
Diego Andrade (PSD)
Zé Silva (SD)
Carlos Melles (DEM)
Renzo Braz (PP)
Paulo Abi-Ackel (PSDB)
Lincoln Portela (PR)
Aelton Freitas (PR)
Bonifácio Andrada (PSDB)
Reginaldo Lopes (PT)
Odair Cunha (PT)
Gabriel Guimarães (PT)
Weliton Prado (PT)
George Hilton (PRB)
Mauro Lopes (PMDB)
Leonardo Quintão (PMDB)
Leonardo Monteiro (PT)
Padre João (PT)
Saraiva Felipe (PMDB)
Miguel Correa (PT)
Margarida Salomão (PT)
Jô Moraes (PCdoB)
Luis Tibé (PTdoB)
Stefano Aguiar (PSB)
Júlio Delgado (PSB)
Subtenente Gonzaga (PDT)
Fábio Ramalho (PV)
Eros Biodini (PTB)