• abril 2017
    S T Q Q S S D
    « set    
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
  • Categoria

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Twitter Blog Aécio Neves

Com 13,6 mil inscritos, Poupança Jovem muda realidade de estudantes em Montes Claros

Gestão social, gestão eficiente,

Fonte: Agência Minas

Com 13,6 mil inscritos, Poupança Jovem muda realidade de estudantes em Montes Claros

O incremento das atividades do Programa Poupança Jovem foi um dos destaques da atuação da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) em 2011. A iniciativa do Governo de Minas passou a ser coordenada pela Unimontes em fevereiro, com o convênio firmado junto à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese). São atendidos 13,6 mil alunos no município, matriculados em 38 escolas estaduais de ensino médio, localizadas na área urbana e na zona rural. Elas estão divididas em 10 polos regionalizados.

O Poupança Jovem é destinado a estudantes do ensino médio público estadual que residem em locais com alto índice de evasão escolar, violência ou baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). De acordo com as normas estabelecidas, para cada ano letivo concluído, o estudante recebe benefício de R$ 1 mil. Ao final de três anos, o Governo de Minas deposita R$ 3 mil na conta do estudante. Só terá direito ao recurso o aluno que concluir regulamente o ensino médio e cumprir as metas e obrigações determinadas pelo programa.

“Podemos destacar como um dos principais resultados do programa, a queda do percentual de evasão escolar e o impacto positivo na vida dos alunos”, afirma a coordenadora do Poupança Jovem no âmbito da Unimontes, Kelly Cristina Alencar Soares Baldez. “Verificamos que, quando o aluno adere ao Poupança Jovem, ele passa por uma mudança comportamental. Esse foi um ponto primordial no trabalho realizado”, avalia.

Uma das primeiras ações desenvolvidas pela equipe da Unimontes foi o trabalho de dois meses nas escolas para aumentar a adesão dos estudantes do ensino médio. Isso fez com que 4,7 mil alunos se tornassem parte do programa, atingindo a meta da instituição, de beneficiar 13,6 mil inscritos em Montes Claros.

Ainda na fase inicial das atividades, foi realizado um treinamento para os 124 profissionais envolvidos no programa, incluindo educadores, assistentes sociais, psicólogos, professores de inglês, dinamizadores culturais e outros mobilizadores, juntamente com os professores-referência das escolas estaduais beneficiadas.

Durante a capacitação, foi repassada a orientação sobre os principais temas abordados junto aos alunos, reforçando o princípio de cidadania. Entre outros assuntos, foram relacionados ética, cidadania, prevenção das drogas, sexo seguro, empreendedorismo, carreira profissional e combate ao bullying.

Ao longo do ano, os temas voltados para a formação da cidadania foram discutidos durante os encontros do “Giro Jovem”, promovidos em locais próximos às escolas ou nas comunidades onde moram os alunos. Seguindo as estratégias do programa, as orientações sobre os valores, direitos e deveres e outras questões importantes como a prevenção contra as drogas, a importância do sexo seguro e a cultura da paz foi repassada através de dinâmicas de grupo, palestras, bate papo, debates, encenações teatrais e shows. Todos os temas foram discutidos de forma lúdica, a partir do interesse dos adolescentes. Além disso, eles foram despertados para o trabalho social e voluntário junto à comunidade.

Dentro da proposta, são formados grupos de 25 alunos que, sempre acompanhados de um educador social, escolhem uma ação a ser realizada na comunidade onde estão inseridos. Durante o ano de 2011, eles atuaram em prol da melhoria das condições de vida, como a revitalização de uma praça no bairro Delfino Magalhães; campanhas do agasalho, de prevenção à dengue e de arrecadação de brinquedos para crianças carentes; bem como a mobilização para a ajuda ao Asilo São Vicente de Paulo – Betânia/Lar dos Velhinhos.

Incentivo e autoestima

As atividades do Poupança Jovem influenciaram positivamente a vida de Weslaine Cardoso da Silva, de 17 anos, uma das alunas inscritas no programa. “Aprendi a respeitar mais as pessoas, independente da forma que elas são. Posso dizer que o programa trouxe um novo olhar para minha vida”, afirma a estudante do 3° ano do ensino médio, da Escola Estadual Levi Durães Peres (bairro Santa Lúcia).

Ela destaca que, durante o “Giro Jovem”, adquiriu conhecimentos sobre como deve se comportar numa entrevista de emprego. “Além disso, passei a ter iniciativa para resolver meus próprios problemas”, acrescenta a aluna.

Outra beneficiada pelo programa em Montes Claros, que revela mudança de comportamento, é Stefani Moreira Aquino Toledo, de 16 anos, aluna do 2º ano na Escola Estadual Professor Plínio Ribeiro. “Aprendi muito sobre ética e moral. Passei a ter uma consciência sobre a importância da cidadania”, diz.

A aluna ressalta que as discussões nas palestras e debates dos encontros do “Giro Jovem” ajudaram a chamar a atenção de outros jovens para a relevância da participação deles em projetos sociais. “Assim, estou contribuindo para uma sociedade melhor”, avalia Stefani, que mora no bairro Monte Carmelo.

Uma das atividades do Poupança Jovem é orientar os alunos para a inserção no mercado de trabalho. Através da parceria com uma grande empresa nacional, que instalou sua mais nova unidade num dos shoppings do município, o programa colheu bons resultados.

“Ela teve como uma de suas políticas sociais a disponibilização de vagas para jovens sem experiência, o que permitiu aos nossos educandos, colocarem à prova suas competências”, disse o professor Hadson Tolentino Barbosa, das turmas da 3ª série, na Escola Estadual Professor Plínio Ribeiro.

Como resultado prático, dez alunas cumpriram com êxito todas as quatro etapas do processo de seleção da empresa e foram oficialmente contratadas. Uma delas é deficiente auditiva. “O programa não possui nenhuma obrigação com a qualificação ou contratação dos jovens, mas incentiva o aprimoramento, identificando qualidades e deficiências para a busca por uma colocação no mercado profissional”, completa Hadson.

Cursos de inglês e empreendedorismo

Além do ensino convencional, os alunos inscritos no Poupança Jovem em Montes Claros participam de aulas de inglês, duas vezes por semana, nos polos regionais. As aulas acontecem sempre em horários fora do turno escolar, sendo ministradas por professores que atuam no programa.

Ao longo de 2011, também foi oferecido o curso de Introdução ao Empreendedorismo, através de parceria com o Centro Vocacional Tecnológico (CVT). Foram capacitados 302 alunos do ensino médio das escolas das regionais 2 (Antônio Canela, Professora Dulce Sarmento, Elói Pereira, João de Freitas Neto e Cristina Guimarães) e 6 (Professora Helena Prates, Hamilton Lopes, Benjamin Versiane e Filomeno Ribeiro).

Os alunos do 3° ano do ensino médio de três escolas (Alcides Carvalho, Professor Plínio Ribeiro e Francisco Lopes da Silva) tiveram ainda a oportunidade de conhecer os cursos profissionalizantes oferecidos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Eles visitaram a unidade do Senai em Montes Claros, dentro do projeto “Casa Aberta”.

Cultura da paz

A coordenação do Programa Poupança Jovem em Montes Claros também se preocupa com o combate à violência entre os jovens. Nesse sentido, foram desenvolvidas diversas atividades junto aos alunos, propagando a cultura da paz. O ponto alto  aconteceu no dia 21 de setembro (Dia Mundial da Paz). Na oportunidade, todos os pólos regionais realizaram trabalhos voltados para a questão.

Um deles foi uma manifestação em favor da paz, que contou com a participação de moradores dos bairros Santa Lúcia e Delfino Magalhães. A iniciativa envolveu aproximadamente 362 alunos das Escolas Estaduais Delfino Magalhães, Levi Durães Peres e Salvador Filpi.

Também foi realizada a campanha “Paz no Trânsito”, iniciativa dos alunos do 1° e do 2° anos do ensino médio do Colégio Tiradentes. Eles distribuíram materiais educativos para conscientizar motoristas sobre prudência, obediência à sinalização e cuidados para evitar acidentes.

Unimontes oferecerá 13 vagas no primeiro doutorado na área de Ciências da Saúde

Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) oferecerá 13 vagas no primeiro doutorado próprio da história, na área de Ciências da Saúde. O edital está publicado no site do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Unimontes (PPGCS): www.ppgcs.unimontes.br.

As inscrições poderão ser efetuadas a partir do dia 16 de dezembro, se estendendo até o dia 23 do mesmo mês, na secretaria do PPGCS, no Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF), avenida Cula Mangabeira, nº 562, bairro Santo Expedito, em Montes Claros, no Norte de Minas. O interessado terá, ainda, a opção de se inscrever pelos Correios ou diretamente no site. No mesmo período, serão recebidas as inscrições para o mestrado acadêmico também na área de Ciências da Saúde.

Profissionais

O doutorado da Unimontes terá abrangência multiprofissional. Além de médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, cirurgiões dentistas, biólogos, farmacêuticos, bioquímicos, fonoaudiólogos, biomédicos e assistentes sociais, podem participar profissionais de outras áreas como os de sistemas de informação (que desenvolvam projetos de tecnologia na saúde) e matemáticos (que trabalham com modelos estatísticos para análise de fatores de risco) e pedagogos (ações em educação para a saúde).

Engenheiros, arquitetos ou demais pessoas que atuam de forma interdisciplinar em interface à saúde também podem se inscrever. A seleção será dividida em duas etapas: 1ª) análise de currículo; 2ª) prova de inglês e análise do projeto científico do candidato. O curso terá a duração mínima de 24 meses, com início das aulas no dia 9 de março de 2011 (primeira quarta-feira após o feriado de Carnaval).

Marco histórico

A proposta de criação do primeiro doutorado da Unimontes foi oficialmente recomendada na última semana pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação (MEC), e marca a abertura de um novo ciclo na pós-graduação Stricto sensu.

“Com este primeiro doutorado, a Universidade Estadual de Montes Claros caminha a passos largos na busca pela excelência científica e reforça as perspectivas para a implantação de novos mestrados e doutorados já no próximo ano”, frisa o reitor Paulo César de Almeida.

Como um dos fatores de sucesso para a recomendação da Capes/MEC da proposta deste primeiro doutorado, o reitor cita como exemplo a consolidação dos dois programas de mestrado que a Unimontes oferece na área de Ciências da Saúde. Em três anos, o mestrado profissional titulou 20 novos mestres. A atual turma conta com 39 mestrandos. O mestrado acadêmico, no mesmo período, titulou 45 novos mestres. A turma atual conta com 15 mestrandos.

 

Meio Ambiente é tema de pós-graduação na Unimontes

Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), por intermédio do departamento de Geociências – vinculado ao Centro de Ciências Humanas (CCH) -, está oferecendo o Curso de Pós-graduação Lato Sensu em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional. O objetivo é qualificar profissionais que atuam na área de Geografia e em outras relacionadas ao meio ambiente e ao desenvolvimento regional. São disponibilizadas 30 vagas.

Esta é a segunda vez que a Unimontes oferece esta especialização voltada para profissionais graduados em Geografia e áreas afins que ainda não possuem nenhuma pós-graduação. O período de inscrições terá início em 25 de outubro e se estenderá até o dia 19 de novembro. Elas serão feitas no Laboratório de Geoprocessamento (sala 107, prédio 2 do campus Universitário Professor Darcy Ribeiro), das 14 horas às 18 horas.

O processo seletivo compreenderá apenas a análise do curriculum vitae dos candidatos, no qual deverá constar a produção profissional, acadêmica e cientifica dos últimos cinco anos. A seleção será feita por comissão instituída pelo departamento de Geociências.

O resultado final será divulgado através do site da Unimontes, até o dia 10 de dezembro. As matrículas dos aprovados deverão ser efetuadas entre os dias 1º e 5 de fevereiro de 2011, no Laboratório de Geoprocessamento da Unimontes (prédio 2 do campus-sede), a partir das 14 horas. O início das aulas está previsto para o dia 5 de março de 2011. O curso terá a duração de 18 meses, com uma carga de 360 horas/aulas.

Unimontes abre processo seletivo para 2011, são 1.071 vagas para 46 cursos

Começam nesta segunda-feira (18), as inscrições para o Processo Seletivo 01/2011 da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), que oferecerá 1.071 vagas em 46 cursos de graduação no campus-sede e em dez campi do Norte e Noroeste de Minas e do Vale do Jequitinhonha. As novidades serão a oferta inédita do curso de Engenharia de Sistemas (28 vagas), no campus-sede, e o retorno da aplicação da prova de habilitação específica para o curso de Artes/Música.

As provas de múltipla escolha e redação estão marcadas para o dia 12 de dezembro em Montes Claros, Belo Horizonte e nos campi de Almenara, Bocaiuva, Brasília de Minas, Janaúba, Januária, Paracatu, Pirapora, Salinas, São Francisco e Unaí, sendo aplicadas nos horários de 8 às 13 horas, para os cursos do grupo 1, e das 15 às 20 horas, para o grupo 2.

A prova de conhecimentos e habilidades específicas em Música acontecerá no dia 16 de janeiro de 2011, apenas no prédio 2 do Campus Universitário Professor Darcy Ribeiro, em Montes Claros, sendo a Prova Teórica de Música de 8 às 9 horas e a de Prática de Instrumento (individual) a partir das 9h30.

No grupo 1, serão preenchidas 551 vagas em 24 cursos. Outras 520 serão oferecidas em 22 cursos no grupo 2. As inscrições poderão ser feitas até o dia 8 de novembro somente pela Internet, através do endereço eletrônicowww.cotec.unimontes.br. Com o objetivo de melhor atender aos candidatos, serão disponibilizados computadores na sede da Cotec – Praça Rui Soares Olímpio, no Campus Universitário Professor Darcy Ribeiro.

Em atendimento à lei estadual 15.529/2004, a Unimontes adota o sistema de reserva de vagas: 20% para egressos de escolas públicas, 20% para afrodescendentes (esses comprovadamente carentes) e 5% para portadores de deficiências físicas e indígenas. Os candidatos ao sistema de reserva de vagas devem fazer a pré-inscrição no período de 18 a 29 de outubro, nas agências credenciadas dos Correios ou pela Internet.

O resultado final, exceto o relativo à Artes/Música, será divulgado até o dia 14 de janeiro de 2011, na sede da Cotec, campus-sede, e através do sítio eletrônico www.cotec.unimontes.br. Já o resultado relativo ao curso de Artes/Música será divulgado até o dia 26 de janeiro.

Cursos e vagas

No processo seletivo 1/2011 serão oferecidas vagas nos seguintes cursos:

Grupo 1

Almenara: Letras/Português (25); Bocaiuva: Química/Licenciatura/Diurno (25); Brasília de Minas: Administração (25); Espinosa: Pedagogia (25); Januária: Letras (25); Espinosa: Pedagogia (25); Januária: Letras/Português (25);Janaúba: Zootecnia (20); Montes Claros: Artes/Música/ (18); Artes Visuais (15); Ciências Biológicas (25); Ciências Contábeis (25); Ciências Econômicas (25); Ciências Sociais (25); Ciências da Religião (25); Direito/diurno (20); Engenharia de Sistemas (28); Educação Física/licenciatura/diurno (15); Enfermagem (20); Geografia (25); Letras/Inglês/Vespertino (25); Matemática (25); Odontologia (17); Paracatu: Tecnologia em Agronegócio (23); São Francisco: História (25); Unaí: Letras/Inglês (25).

Grupo 2

Bocaiuva: Física (25); Brasília de Minas: Pedagogia (25); Espinosa: Letras/Português (35); Janaúba: Agronomia (20); Januária: Educação Física/licenciatura (25); Letras-Inglês (25); Montes Claros: Administração (25); Artes/Teatro (15); Ciências Biológicas/bacharelado (25); Direito/noturno (20); Educação Física/Bacharelado/diurno (15); Educação Física/Licenciatura/noturno (25); Filosofia (25); História (25); Letras/Português (25); Medicina (20); Pedagogia/vespertino (25); Serviço Social (25); Sistemas de Informação (20); Paracatu: Pedagogia (25); Salinas: Ciências Contábeis (25);São Francisco: Matemática (25).

 

Educação a distância: Governo Anastasia implementa na Unimontes cursos gratuitos de educação profissional técnica de nível médio

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo dos cursos gratuitos de educação profissional técnica de nível médio – modalidade ensino a distância – que serão oferecidos pela Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), através do Programa Escola Técnica Aberta do Brasil (E-TEC), em convênio com o Ministério da Educação.

Serão preenchidas 450 vagas nos cursos de Agronegócio, Informática, Gerência em Saúde, Meio Ambiente, Comércio e Vigilância em Saúde, atendendo aos polos de Porteirinha (Norte de Minas), Almenara e Santo Antonio do Jacinto (Vale do Jequitinhonha). Em cada um dos três municípios serão oferecidas 150 vagas (25 em cada curso).

O processo seletivo é organizado pela Comissão Técnica de Concursos da Unimontes (Cotec).  As inscrições podem ser feitas somente pela internet no endereço www.cotec.unimontes.br. O prazo vai até 14 de maio.

Poderão se inscrever exclusivamente pessoas que estejam cursando a terceira série do ensino médio ou que já tenham concluído o ensino médio ou equivalente. Os candidatos serão submetidos a provas de múltipla escolha de língua portuguesa e matemática, marcadas para o dia 20 de junho, nos municípios-polos do programa.

Em atendimento à Lei Estadual 15.529/2004, a Unimontes adotará nesse concurso o sistema de reservas de vagas: 20% para egressos de escolas públicas e 20% para afrodescendentes (esses comprovadamente carentes) e 5% para portadores de necessidades especiais e indígenas.

Os cursos são financiados pelo Ministério da Educação, através da Secretaria de Educação a Distância, sendo administrados pelo Centro de Ensino Médio e Fundamental (CEMF), da Unimontes. O resultado final do Processo Seletivo será divulgado até o dia 28 de junho.

Governo Anastasia: ações da Unimontes beneficiam cerca de 7 mil pessoas com Projeto Multicampi e os Jogos Universitários

As atividades de extensão da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) destinadas aos acadêmicos estão sendo ampliadas neste semestre, movimentando os diversos campi da instituição. Durante o último mês, foram realizadas as ações da 1ª Unicalourada/2010, do Projeto Multicampi e dos Jogos Universitários, beneficiando público estimado em sete mil pessoas em seis municípios.

Os projetos foram desenvolvidos nos campi de Brasília de Minas, Espinosa, Janaúba, Januária, São Francisco e Salinas. “Os projetos de extensão são de fundamental importância, pois permitem que os acadêmicos possam levar à população os conhecimentos adquiridos na universidade”, destaca o vice-reitor da Unimontes, professor João Canela.

A iniciativa é coordenada pela Pró-Reitoria de Extensão. O objetivo é envolver professores e acadêmicos em atividades que visam inserção junto à população, estimulando o voluntariado. Por intermédio do Projeto Multicampi, são promovidas ações que beneficiam diretamente as comunidades. Os acadêmicos, com a orientação e supervisão de professores, realizam atendimentos gratuitos em diversas áreas, sobretudo na saúde, educação e lazer.

Da mesma forma, a Unicalourada propicia a recepção aos novos alunos com atividades saudáveis. “Evitamos os antigos trotes violentos e humilhantes”, explica o responsável pela Coordenadoria de Apoio ao Estudante, professor Gilson José Froes. Ele ressalta que os Jogos Universitários estimulam a prática esportiva e são como um “instrumento positivo de promoção social, formação educacional, intercâmbio cultural e cidadania”.

Almenara

A partir desta quinta-feira (6), o Campus de Almenara será movimentado pelos Jogos Universitários, promovidos em conjunto com o Projeto Multicampi. No primeiro dia, os Jogos terão início às 19h, e no sábado (8), a partir das 13h, com a participação de equipes formadas pelos acadêmicos dos cursos de Letras e de Pedagogia ministrados naquela unidade da Unimontes.

As atividades do Multicampi terão a participação de uma equipe de 25 acadêmicos dos diversos cursos ministrados no campus-sede. Estão previstas ações como oficinas de pintura, poesia, dança e pedagógicas; cinema comentado, circuito de matemática, apresentação teatral, jogos, brincadeira e palestras educativas, além de atendimento na área da saúde, como aferição de pressão arterial e teste de glicemia.

Nesta sexta-feira (7), o Projeto Multicampi será realizado na Escola Municipal Corina Ferraz de Brito (Bloco 3), de 8h às 11h30; e na Escola Municipal Lindaura Gil, de 13h30 às 17h. No sábado (8), os trabalhos serão feitos na Escola Municipal Antônio Gil, de 8h às 11h30.

governo Anastasia: Unimontes constrói prédio para laboratórios de Ciências Biológicas

Os professores e alunos do mestrado próprio em Ciências Biológicas, da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), estão recebendo melhores condições para o desenvolvimento de suas atividades de ensino e pesquisa. Está em fase de conclusão, no Campus Universitário Professor Darcy Ribeiro, o novo prédio para abrigar exclusivamente os laboratórios de Biologia.

A obra está orçada em R$ 237 mil, com recursos viabilizados junto à Financiadora Nacional de Estudos e Projetos (Finep), contando, ainda, com o apoio do Governo Antonio Anastasia e com a interveniência da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino Superior do Norte de Minas (Fadenor). Os serviços foram iniciados em maio de 2009 e deverão ser concluídos até junho próximo.

“A construção do prédio dos laboratórios para atender as demandas do mestrado em Ciências Biológicas atende propósito deste reitorado no sentido de serem implantados e consolidados os cursos de pós-graduação Stricto sensu da Unimontes, além de oferecer toda a infraestrutura necessária para o bom desempenho das atividades de ensino e de pesquisa”, afirma o reitor, professor Paulo César Gonçalves de Almeida.

Além do curso na área de Ciências Biológicas, a Unimontes conta com mestrados próprios em Ciências da Saúde (acadêmico e profissional), Cuidados Primários em Saúde, Desenvolvimento Social, Letras (Estudos Literários), Ciências Agrárias (Produção Vegetal no Semiárido) e Zootecnia. Todos eles foram recomendados pela Coordenadoria de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do MEC. Está em processo de implantação o curso de pós-graduação Stricto sensu em Biotecnologia, cuja proposta será submetida à aprovação junto a Capes/MEC.

Unidades

O novo prédio terá área construída de 260 metros quadrados e vai abrigar os laboratórios de “microbiologia ambiental”, “biologia computacional”, “controle biológico”, “biologia computacional” e “limnologia”. O prédio foi projetado para três andares. Os laboratórios de Ciências Biológicas serão instalados no primeiro pavimento. Os outros dois andares serão construídos nos próximos anos.